A VIDA E SUAS GUINADAS

Andy Lee

Certa vez ouvi de um artista que admiro muito que: “É preciso estar atento e perceber para que lado o vento está soprando, ao invés de ficar fazendo mil e um planos para o futuro”. Claro que em tudo na vida é preciso atitude e comprometimento (palavra a qual me citaram recentemente dentro de um contexto que achava eu, ela não caberia – eu estava errado), para que as coisas aconteçam.

Existem períodos (cronologicamente curtos) em que parece que quase tudo na sua vida toma um novo rumo, uma espécie de ajuste de rota. Você sente o solavanco, sai da zona de conforto, mas logo em seguida vê se descortinar na sua frente um horizonte mais claro, menos sombrio. Nessa hora é preciso agir, dar o empurrão, jogar a energia naquela nova direção, que em parte você constrói, em parte se dá pelo bom acaso e a generosidade de algumas pessoas.

Certas guinadas são necessárias de tempos em tempos, faz renascer em você o poder de realização, o sentido de fazer parte de algo. Você observa as coisas (e as pessoas) com mais clareza e vai entendendo como lidar com cada um dos aspectos que formam o conjunto da sua existência.

Continuo sendo o mesmo niilista de sempre. Mas sim! As últimas semanas me fizeram prestar atenção na direção do vento e tomar algumas decisões fortes, que em outros tempos eu adiaria até o limite, fosse para evitar maiores estragos ou mesmo por simples falta de coragem. O mais interessante é que logo em seguida, outros acontecimentos brotaram como algo que me dizia: “É isso cara! Agora que ajustou a rota, siga em frente! Não pare!”. Claro que os considero apenas e tão somente bons acasos, daqueles que costumam acontecer com um cara de sorte. E definitivamente, eu sou um cara de sorte!

TADEU CASTRO
16/10/2017

>SOBRE O AUTOR
Um cara sem diplomas na parede (trancou o curso de jornalismo no segundo ano, ainda no século passado, por sentir uma certa claustrofobia no universo acadêmico). Não é, e nem pretende ser, especialista em coisa alguma (ser um especialista o limitaria). Trata-se apenas de um bom observador, nada mais do que isso, pois isso lhe basta e o faz um ser livre, seja no olhar, no pensar e no viver.
FOTO DO AUTOR

Anúncios

RASGANDO O VÉU DA INOCÊNCIA

SDB09102017-1

TEXTO BY HEART’S HUNTER [GHOST WRITER]

Decidi, aos 30 anos, não mais envolver-me enlouquecidamente. Decidi que não mais seria vítima e sim, faria vítimas aqueles que mais me machucaram. Decidi que não seria mais obrigada a nada, apenas envolveria as pessoas e não mais sofreria. Entendi que portas se abrem e janelas se fecham.

Corações são destruídos na mesma velocidade em que são envolvidos. O nascer do sol sempre acontecerá, independentemente se estarás lá olhando. O pôr do sol é mais sedutor quando um braço amigo envolve teu corpo. A cama só estará quente se te bastares; ainda que haja companhia, ela corre o risco de estar e manter-se sempre fria.

Hoje sou anjo. Sou vendaval. Sou feliz. Sou eu! Sou inquieta. Sou Estrela. Sou raio. Sou arqueira de corações desamparados. Sou ilusionista. Sou aquela que vai tirar-te da cadeira e dar-te asas. Escondo-me na minha própria ilusão, me protegendo do mundo. Ataco o mundo com meu sorriso, inebriando teu coração de doçuras. Sou aquela que te fará delirar. Deixar-te-ei louco e intensamente desprotegido.

Em teus braços terás meu corpo e dele farás teu parque de diversões. Como uma criança, deitarás aos meus pés e ter-te-ei só para mim. Elevo teu desejo e agarro-me à tirania até deixar-te esgotado de tesão. E quando acordares, não mais estarei lá. E entre o êxtase e a realidade, não saberás o que é real e o que foi um sonho…

HEART’S HUNTER [GHOST WRITER]
09/10/2017

>SOBRE A AUTORA [GHOST WRITER]
Uma autora intensa, sem pudor, sem regras, sem leis…
Cuidado! Ela pode perturbar a sua mente, usar seu corpo e destruir seu coração! Não duvide disso!
AUTORA HEART_S HUNTER

QUEM AMA TRAI?

SDB02102017

TEXTO BY AMANDA BARBOSA

Ouve-se sempre em diversos lugares: “Fui traído(a)”, “fulano(a) traiu fulana(o)”, e questiono-me: Quem ama trai? É  possível sim amar, zelar, cuidar e respeitar a pessoa com a qual nos relacionamos e trair. Não importa o motivo, quer seja atração física , descontrole emocional, o momento, o deslize, a carência… Não importa, aconteceu e ponto.

Respondendo de forma íntima e pessoal, atrevo-me a dizer que depende da relação existente consigo próprio. O trair implica nos valores e costumes adquiridos ao longo do tempo e enraizados em suas características pessoais. Ir pra cama com alguém, relacionar-se com outra pessoa fora de um relacionamento já existente, envolver-se ou não; nada tem haver com amor. É  mais a pele, a carência, o desejo físico ou qualquer outros fatores que não sustentam-se sozinhos e após um determinado tempo acaba, cai na rotina, no desuso e mina.

Por que quem trai, não deseja que o outro saiba? Não seria o cuidado e zelo presente de preservar o companheiro(a)? O fato por si só de não expor o outro já demonstra o respeito e o carinho embutidos na relação. Volto a pergunta:  Traiu porquê? Com certeza em algum ponto deixou-se a desejar, abriu-se uma brecha para a visão panorâmica, enxergou-se além da visão periférica mas; ressalto, não deixou-se de amar.  Todo conjunto de sentimentos ainda estão ali presentes. Por favor, não confunda sexo com sentimentos nobres. Eles não misturam-se.

AMANDA BARBOSA
02/10/2017

>SOBRE A AUTORA
Mãe de dois príncipes, formada em Química-Licenciatura pela UFAL, casada, funcionária pública, evangélica, filha de Jane (mãe que amo imensuravelmente)… rótulos adquiridos.
“Quem muito rotula-se, limita-se à eles.”
Deixo-me ser aquilo que você consegue enxergar em mim, embora nem sempre seja o meu melhor.
amanda-perfil

ATUALIZANDO OS CONCEITOS…

21985813_848492895319259_1803397413_o

TEXTO BY ANGELA OLIVEIRA

Onde estão as relações genuínas?!!
O sexo é fácil, casual ou mesmo pago (direta ou indiretamente), puramente mecânico ou orgânico, descartável. A realidade nua, crua, assusta os menos preparados.

Será a evolução das interações humanas!!!? É cafona, fora de moda gostar. Se apegar então, por favor poupe a humanidade. Difícil encontrar quem se goste reciprocamente!!! Efeito cada vez mais raro entre os seres.

As pessoas agora se pegam feito vírus e os efeitos podem durar horas ou pouquíssimos dias, nada além disso. Há a cura que pode vir com a ressaca ou a lucidez, mas vai durar até o próximo ataque viral.

Eu me pergunto se as pessoas estão mais felizes… Ou se tudo isso é uma forma de mascarar um imenso vazio…

ANGELA OLIVEIRA
25/09/2017

>SOBRE A AUTORA
Tenho duas graduações, três pós, um mestrado, mas nada disso me define. O que me define mesmo é a minha gargalhada, dizem que posso ser reconhecida quando alguém ouve… Gosto disso, de ser lembrada pela alegria. No mais, sou tranquila, do bem, da paz, procurando sempre melhorar a lida com a vida, comigo mesmo, com as circunstâncias que me emparedam, tudo isso pra evoluir, do contrário  tudo seria em vão.
AUTORA ANGELA OLIVEIRA

VOCÊ

SDB18092017

TEXTO BY CAMILA CORREIA

Uma noite.
Um beijo.
Corpos suados.
Toques entrelaçados.

Seu cheiro.
Seu gosto.
Seu corpo.
Seu orgasmo.

Um amor.
Um sabor.
Um abraço.
O calor de dois corpos.

Você entra, não pede licença.
Você sai, deixa marcas.
Um momento que se transforma, uma dor que vai embora.
Uma noite saudosa, que pelo tempo afora se perdeu.

Uma noite.
Um beijo.
Corpos separados.
Toques não trocados.

Seu cheiro.
Seu jeito.
Sua gentileza.
Seu sorriso.

Meu corpo.
Seu corpo.
Um sonho.
Um desejo.

Desejei você. Desejei profundamente.

CAMILA CORREIA
18/09/2017

>SOBRE A AUTORA
Formada em Direito, apenas bacharel, pois advogar não está em seus planos. Uma sonhadora convicta, apaixonada pela vida e uma amiga fiel. Um diamante bruto na essência e feliz por excelência.
autora-camila-correia

RECOMEÇO

SDB11092017

TEXTO BY VALERIA RAMOS

Se for preciso recomeçar do zero, recomece! Você não sabe quantas chances vai ter… Rasgue as páginas, queime o livro se preciso for, mas recomece! Hoje você pode recomeçar a vida, não é amanhã, o dia é hoje! Se quiser, chore de novo. Se quiser, beije de novo. Se quiser, sorria. E daí que você já leu esse livro cinco vezes? Ele é o seu preferido? Leia de novo! Transe de novo! Enlouqueça, surte, se você quiser, recomece!

Não fique sentado esperando o amor perfeito, uma vida perfeita, se você nunca recomeçou nada, depois de recomeçar você vai perceber que mesmo que o caminho seja igual, a estação mudou, o sol dessa vez apareceu e você? Você mudou completamente! Então, mesmo que você esteja começando tudo de novo do mesmo lugar onde começou há vinte anos atrás, tudo vai ser diferente, pois você mudou! O importante não é o começo e sim, quem está começando!

VALERIA RAMOS
11/09/2017

>SOBRE A AUTORA
Sou tantas coisas. Já fui pouco, já fui muito e já soube até encontrar o equilíbrio. Hoje sou a mãe do Eric, um menino lindo de pernas compridas. Sou apaixonada pela vida, já fiz teatro,  já fiz dança, já fiz cinema,  já cursei enfermagem. Tranquei assim que começou o estágio,  definitivamente aquilo não era pra mim,  acho lindo quem consegue,  mas não consigo olhar a dor do outro sem que ela me torture um pouco. Isso é um pouco do tudo e nada que já fui e sou!! Não sei ser meio termo, ou é quente ou é frio,  gosto assim!  Sou assim!!
autora-valeria-ramos

SENSAÇÃO

amor51

TEXTO BY ANGELA OLIVEIRA

Já disse alguém,
A vida dá voltas,
Mas, não volta!!!
Perdi,
Abri mão,
Desisti…

Tantas vezes dito: “sinto teu cheiro”!!!
Não era essência,
Teu eu se fazia presente.
Desejo de virar um só.

A ocasião se fez,
Me esquivei…
Deixei partir,
O que resta?  É esperar o porvir…

ANGELA OLIVEIRA
04/09/2018

>SOBRE A AUTORA
Tenho duas graduações, três pós, um mestrado, mas nada disso me define. O que me define mesmo é a minha gargalhada, dizem que posso ser reconhecida quando alguém ouve… Gosto disso, de ser lembrada pela alegria. No mais, sou tranquila, do bem, da paz, procurando sempre melhorar a lida com a vida, comigo mesmo, com as circunstâncias que me emparedam, tudo isso pra evoluir, do contrário  tudo seria em vão.
AUTORA ANGELA OLIVEIRA

MEMÓRIAS DE UMA MENTE LIBERTINA

SDB28082019

TEXTO BY AMANDA BARBOSA

Era tarde, madrugada despontando noite adentro, aquele encontro tão esperado aconteceu. Finalmente lá estavam eles, juntos, rindo, felizes, dançando ao som de Skank 🎵 viu deixar, a vida me levar, pra onde ela quiser🎵. Vieram os beijos… Ah que beijos. Seguiu- se o roçar de corpos, tão colados que nem o vento ousava passar entre eles.

Fim de show, lá iam eles estrada afora rumo às areias finas e frias da praia, ver o espetáculo do nascer de um novo dia. Eles juntos, enroscados, zilhões de beijos, uma sugestão prevista e facilmente aceita com um riso malicioso nos lábios: esticar até o motel mais próximo regado a toda intimidade possível e imaginável.

Era a primeira vez deles juntos. Sexo da melhor qualidade. Prazer, sussurros, gemidos, linguagem corporal em perfeita sintonia, gozadas estupendas, encaixe de corpo, com direito a bis. Uma cena que até hoje o tempo não apaga: ele dançando para ela em cima da cama e ela deitada observando o melhor ângulo daquele corpo que naquele momento era todo seu, vibrando de prazer pela expectativa de ser possuída e gemer baixinho no ouvido, louca de tesão, tocando, apertando, sentindo, sendo invadida, penetrada, estocada, saciada. Feliz.

Essa foi o primeiro de inúmeros encontros livres de pudor… Memórias de um tempo maravilhoso que não volta mais. Até os dias atuais, NINGUÉM, conseguiu superar a imagem dele dançando na cama para ela… Com olhos de prazer, com malícia maravilhosamente espalhada pelo ar. Sensação que nunca mais foi sentida igual.

AMANDA BARBOSA
28/08/2017

>SOBRE A AUTORA
Mãe de dois príncipes, formada em Química-Licenciatura pela UFAL, casada, funcionária pública, evangélica, filha de Jane (mãe que amo imensuravelmente)… rótulos adquiridos.
“Quem muito rotula-se, limita-se à eles.”
Deixo-me ser aquilo que você consegue enxergar em mim, embora nem sempre seja o meu melhor.
amanda-perfil

AMOR COM HORA MARCADA

Screenshot_20170819-223002

TEXTO BY CAMILA CORREIA

O primeiro encontro para um vinho foi mágico.
Você sorriu, você me amou e foi amado.
Daí veio o segundo, o terceiro.
Sempre no mesmo dia e horário…

Essa rotina nos levou à supressão de momentos de amor intenso,
aos momentos de sexo casual e sem emoção.

Conversar já não bastava.

Não havia mais espaço. Foram meses nesse ritmo, até que um dia veio o basta.
O basta de sentimentos cronometrados.
O Basta de amor com dia e hora marcados!

CAMILA CORREIA
21/08/2017

“Eu quero um amor foda… Eu o amo demais para medir em momentos aquilo que guardo para você por uma vida…”

Música: “Amor Nota 7”


>SOBRE A AUTORA
Formada em Direito, apenas bacharel, pois advogar não está em seus planos. Uma sonhadora convicta, apaixonada pela vida e uma amiga fiel. Um diamante bruto na essência e feliz por excelência.

autora-camila-correia

EU NÃO SOU A MULHER MARAVILHA

SDB14082017
TEXTO BY VALERIA RAMOS

Não dou conta de tudo.
A resposta é simples, pode parecer estranho, mas é a verdade nua e crua. Eu não dou. Sou humana.
Seleciono prioridades, foco no que dá.
Se hoje ele foi dormir sem escovar os dentes, amanhã isso será prioridade.
Se hoje o jantar foi batata frita, amanhã vai ter uma sopinha de legumes.

Minha sala nunca fica vazia.
Nunca. A casa pode ser limpa amanhã.
A louça não vai correr, pode esperar!! A louça nunca corre, ela se multiplica, mas nunca saiu correndo ou foi limpa sozinha!!
Tem dias que brigo com o mundo, grito com o meu filho, grito e acabo desabando em choro, me sinto a mais desequilibrada das mulheres, espero pelo dia seguinte. Mas há manhãs em que acordo cheia de amor próprio. Me vejo na família mais perfeita do mundo. Ignoro a bagunça, tem dias que eu consigo marcar a manicure, mesmo com a cria do lado, eu consigo, então me sinto a mulher Maravilha!! Algumas vezes, eu consigo acordar cedo, e o impossível as vezes acontece, são vinte e duas horas, a casa tá limpa, estou de banho tomado e eu passei quase dez minutos no banho!!

As vezes me vem uma força e coragem que não é coisa desse mundo, depois de ser mãe, nada é desse mundo, nem o amor, nem o desespero, muito menos a coragem!! Lá vou eu disposta a colocar tudo em dia. E não é que eu quase consigo? Se não fosse pelo quase…
E é assim. Frustrante, alegre, desesperador, muito, muito frustrante, a verdade é que agora eu não sou mais a Mulher Maravilha… Amanhã eu vou voltar a chorar, no final do dia, quando ele estiver dormindo, vou perceber que devia ser uma mãe melhor…

Não se deixe enganar, por trás desse menino feliz, tem uma mãe desesperada, tem só um humano… Por trás destas imagens, existe uma mãe comum. De carne, osso, querendo emagrecer no mínimo 6 kg, e jurando que amanhã não irá esquecer de nada.
Com dias bons pra caramba, no estilo: “A vida é bela, poderia ter sete filhos, viver numa casinha de sapê, e ser feliz para sempre!” E com dias de “Quem sou? Onde estou? Quem são estas pessoas?!”

Eu queria ter outro filho, me sinto culpada por não ter dado um irmão ou irmã ainda pra ele, tenho medo do futuro, tenho medo do presente, tenho medo de surtar, até tenho medo da velocidade que o tempo passa e ele ta crescendo, eu não sou a Mulher Maravilha, não sou a mãe perfeita, mas sabe o que me encoraja e mais um dia me faz ser a mãe Maravilha?? Pra ele eu sou perfeita, no mundo dele eu sou a princesa mais linda do mundo, ele é tudo que eu preciso, pra não surtar no meio de tantos brinquedos pela casa, ele é o meu ponto de equilíbrio!! E eu, sou só uma mãe com o peito explodindo de amor!!

VALERIA RAMOS
14/08/2017

*Adaptação livre do texto original de Rafaela Carvalho

>SOBRE A AUTORA
Sou tantas coisas. Já fui pouco, já fui muito e já soube até encontrar o equilíbrio. Hoje sou a mãe do Eric, um menino lindo de pernas compridas. Sou apaixonada pela vida, já fiz teatro,  já fiz dança, já fiz cinema,  já cursei enfermagem. Tranquei assim que começou o estágio,  definitivamente aquilo não era pra mim,  acho lindo quem consegue,  mas não consigo olhar a dor do outro sem que ela me torture um pouco. Isso é um pouco do tudo e nada que já fui e sou!! Não sei ser meio termo, ou é quente ou é frio,  gosto assim!  Sou assim!!
autora-valeria-ramos